terça-feira, 13 de novembro de 2012

Homem em estado vegetativo consegue se comunicar através de ressonância


Um paciente em estado vegetativo por mais de dez anos, no Canadá, conseguiu se comunicar com cientistas através do monitoramento de sua atividade cerebral, a partir de um exame de ressonância magnética. Scott Routley, de 39 anos, conseguiu relatar à equipe que não sentia mais dor, segundo reportagem da BBC.

A experiência foi um marco para a história da medicina. Esta foi a primeira vez que um paciente com graves danos cerebrais conseguiu dar respostas relevantes a questionamentos. De acordo com os médicos do canadense, os manuais da medicina deverão ser reescritos. 

Após passar pelo estado de coma, os pacientes vegetais perdem a percepção sobre a realidade ao seu redor, ficando com os olhos abertos, mas sem apresentar qualquer resposta a estímulos. Routley sofreu um grave acidente de carro há 12 anos. 

Ao longo do seu tratamento, nenhum dos exames físicos foi capaz de detectar qualquer sinal de consciência ou comunicação. Diante da descoberta, o neurocientista britânico Adrian Owen, coordenador da equipe do Instituto do Cérebro e Mente da Universidade de Western Ontario, no Canadá, acredita que o paciente não está em estado vegetativo.  

"Scott foi capaz de mostrar que tem uma mente consciente e pensante. Nós o examinamos várias vezes e seu padrão de atividade cerebral mostra que ele está claramente escolhendo responder nossas questões. Acreditamos que ele saiba quem é e onde está", diz Owen, em entrevista à BBC. 

Steve Graham, outro paciente analisado pelos pesquisadores, conseguiu demonstrar que adquiriu novas memórias mesmo depois de ter sofrido um grave dano cerebral em um acidente de carro. O paciente respondeu “sim”, logo após ser questionado se sua irmã teria uma filha. A sobrinha de Graham nasceu após a sua colisão, cinco anos atrás.

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/homem-estado-vegetativo-consegue-comunicar-atrav%C3%A9s-resson%C3%A2ncia.html